Festival de Arquitetura com vários eventos gratuitos pela capital

De 15 a 23 de junho, Florianópolis será palco da primeira edição do Festival de Arquitetura, um evento múltiplo e plural que integrará diversas atrações abertas ao público com o tema “Cidade como palco da vida”. Será realizada uma série de ações e eventos, como exposições de projetos, mostras fotográficas, palestras técnicas, workshops, tours culturais, visitas guiadas, cinema na rua e intervenções urbanas.

Programação diversificada 

No Festival de Arquitetura, as ações e eventos são iniciativas de instituições, empresas e agentes culturais que se somam para formar uma agenda diversificada e atrativa aos mais diversos públicos. O foco está em arquitetura, arte, cultura, educação e turismo e estímulo à vida urbana. “Quanto mais dinâmica e diversa for a vida urbana, mais atrativa e segura será a cidade, promovendo maior integração e convivência entre as pessoas e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida da população”, enfatiza o arquiteto Luiz Eduardo (Dado) de Andrade, conselheiro da AsBEA-SC e coordenador do Festival de Arquitetura.

abertura oficial do Festival será realizada no dia 15, no Largo da Alfândega, com um evento cultural a partir das 11h. Estão previstos shows de Julia Maria e Elô Gonzaga, exposição de fotos das obras de Restauração das Fortalezas de Santo Antônio de Ratones, Fortaleza de São José da Ponta Grossa e Forte Santana do Estreito, bens tombados pelo IPHAN, intervenções interativas e apresentações artísticas. Antes disso, às 9h30, acontecerá um evento cultural interativo na região do Centro Leste com o tema “Muitas cidades conformam uma cidade. Qual delas você habita?”. Na sequência, às 15h, será realizado o Street Art Tour, um roteiro guiado por Rodrigo Stüpp, o Guia Manezinho, pelo Centro de Florianópolis.

No dia 16, às 16h30, acontecerá o “Floripa vista do mar”, passeio de barco guiado pelos arquitetos e urbanistas Henrique Pimont e Marcos Martins, com saída do Trapiche da Beira-mar Norte, sobre o desenvolvimento da cidade a partir da sua relação com o mar. Uma exposição de arte para arquitetos na galeria Acervo Único, em Coqueiros, também prevista para este domingo.

No dia 17, depois de diversas outras atividades, o dia fecha de forma especial: às 19h, a fachada lateral do Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) receberá uma edição do Cinema na Rua, com o tema da arquitetura como pano de fundo para a arte. Será realizada projeção dos curtas ‘Caminhando com Antonieta de Barros’ e ‘Cisne Negro – Uma homenagem ao Poeta Cruz e Sousa’.

Na terça-feira, 18, às 09h, está programado o talk ‘Casa & Design Conecta’, com o jornalista e editor chefe da Revista PROJETO, Fernando Mungioli.  Das 9h30h às 12h acontecerá o ‘ARQUI + tecitura do ponto diferencial’, uma oficina de bordado livre com um bate-papo sobre arquitetura, arte e a importância do ofício do ser humano em meio à natureza. O bate-papo será conduzido pelo arquiteto e artista Paulo Cezar Gobbi e a oficina será ministrada pela designer, artesã e bordadeira Priscila Mendes Gobbi.

Na quarta-feira, 19, acontece o encontro ‘Arte contemporânea nos projetos arquitetônicos’, que vai explorar a importância de aproximar a arte e a arquitetura através da tecnologia com o objetivo de integrar a arte desde o início do projeto, no Estúdio Roberta Tassinari. Na quinta-feira, 20, às 19h  acontecerá ‘É Sobre Viver – Quantos debates são possíveis a partir desta dobradinha de palavras?”, na Galeria Lama,  evento cultural interativo, experimental com bate-papo da arquiteta Emanuella Wojcikiewicz, que apresentará fala sobre o projeto da galeria e bar, de sua autoria. Nesta mesma região, o Centro Leste, acontecerá o tour de bares, conduzido pelo Guia Manezinho.

No dia 21, sexta-feira, acontecerá o evento ‘Diálogos Necessários sobre o Patrimônio Arquitetônico Moderno Catarinense’, das 14h às 18h, realizado pelo Docomomo Santa Catarina em parceria com a Unisul, no campus centro da instituição. O debate será seguido por tour arquitetônico pelo prédio, projetado pela Liz Monteiro em 1982 e exposição de trabalhos. No mesmo dia serão realizadas duas oficinas artísticas, uma voltada para  escrita criativa e outra focada no incentivo à pintura e expressão artística.

No sábado, 22,  o destaque é o evento ‘Arquitetura e Urbanismo: Um prêmio para Santa Catarina’, realizado pelo CAU-SC na sede da entidade, que terá início às 9h30, com uma série de atividades. A programação da ação será composta de uma oficina Itinerante pela região central de Florianópolis com o arquiteto mexicano Miguel Montor sobre o  tema ‘Desenho em ‘Croqui” e uma oficina de Gestão, Criatividade e Inovação com Maka Werner, roda de conversa com professores e alunos vencedores do “Prêmio CAU”, exposição dos trabalhos acadêmicos premiados pelo prêmio CAU/SC nos últimos 5 anos além de exposição de fotografias produzidas por arquitetos e urbanistas da região.

Neste mesmo dia, haverá um tour pela Ponte Hercílio Luz e Armazém Rita Maria e uma caminhada guiada pelo Parque Linear Córrego Grande. Na programação também estão previstos roteiros para analisar as paisagens arqueológicas, que vai acontecer nos bairros Lagoa da Conceição, Praia Mole e Galheta e Ingleses e Santinho, com guias especialistas em arqueologia, cultura e natureza.

O encerramento do Festival de Arquitetura de Florianópolis será realizado no dia 23, domingo, às 16h com um piquenique coletivo, muita música e apresentações artísticas no Trapiche da Beiramar Norte.  As atividades do Festival de Arquitetura requerem inscrições prévias. A programação completa está disponível no site da AsBEA-SC e nas redes sociais @festivaldearquitetura.

O Festival de Arquitetura de Florianópolis é uma promoção da AsBEA-SC que conta com o patrocínio da Balaroti e da Tapeçaria Italiana e com o apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, FloripAmanhã, Sinduscon Grande Florianópolis, IAB/SC e CAU-SC.