ActivTrades conecta investidores catarinenses com o mercado financeiro das Bahamas

Iniciativa contou com representantes do governo bahamense, que salientou a importância de uma base regulatória sólida para beneficiar clientes estrangeiros.

A ActivTrades faz da educação financeira uma de suas principais bandeiras para garantir aos clientes negócios mais assertivos. A empresa promoveu, pela primeira vez no Estado, o evento “Bahamas 360: uma escolha completa e atraente”, realizado na sexta-feira (29/09), na Casa Milano Hercílio Luz, em Florianópolis.

A iniciativa, organizada em parceria com o Ministério de Economia das Bahamas e o Conselho de Serviços Financeiros das Bahamas (BFSB, na sigla em inglês), teve o apoio do LIDE SC, maior grupo empresarial multissetorial do país.

O encontro, que também aconteceu nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, entre os dias 25 e 29 deste mês, forneceu informações exclusivas sobre produtos, serviços financeiros e políticas públicas voltadas ao setor desenvolvidas pelo governo do país caribenho.

“Oportunizamos a conversa direta com empresários e integrantes do Legislativo das Bahamas para obter informações privilegiadas sobre a gestão de negócios naquele país, o que contribui para criar estratégias de investimentos personalizadas. Estamos empenhados em oferecer conhecimento de ponta aos investidores catarinenses, um diferencial que proporciona a solução de problemas e a correta tomada de decisão dentro do universo de capitais”, diz Andres von Stockert,  Diretor de Relacionamentos Institucionais da ActivTrades.

Segundo o Ministro de Economia das Bahamas, Michael Halkitis, o país se tornou nas últimas duas décadas um grande fornecedor internacional de serviços financeiros, devido a mudanças na legislação que passaram a facilitar a entrada de novos investidores estrangeiros no país, entre outros fatores. Hoje é a segunda maior fonte de geração de renda do país, atrás somente do setor do turismo.

Ele citou o alinhamento entre o poder público e privado bahamense, o que permite mais flexibilização, personalização dos serviços e produtos destinados aos investidores. Michael Halkitis destacou ainda a estabilidade alcançada pela economia de seu país.

“Nossa economia está melhor do que no período pré-pandemia, o que contribui para tornar nossa proposta de valor ainda mais atraente aos investidores externos. Temos excelente infraestrutura, alta tecnologia, inovação e expertise, além de um ambiente de negócios altamente regularizado, fruto de uma forte colaboração entre o setor público e privado.”

O presidente do LIDE SC, Delton Batista, ressaltou a importância de conectar Santa Catarina com mercados que impulsionem o ambiente catarinense de negócios, gerando uma economia mais verde e competitiva.

“O LIDE tem desenvolvido uma agenda internacional intensa. Estivemos recentemente em diversas cidades dos Estados Unidos e da Europa, e também estamos sediando representações de países que podem estabelecer conexões comerciais com Santa Catarina. Bahamas, sem dúvida, faz parte desse contexto pelo potencial de intercâmbio de negócios que oferece com nosso Estado, segundo mais competitivo do Brasil depois de São Paulo.”

A delegação que esteve presente no evento também destacou a confidencialidade protegida pela lei nacional de manutenção do sigilo de dados como outro aspecto que favorece os investidores estrangeiros. Segundo consta na lei, o seu descumprimento é passível de penalização.

Durante o evento houve a mesa-redonda “A proposta de valor das Bahamas: análise de produtos e serviços”. A discussão contou com Brandace Duncanson, Diretora de Finanças do Ministério de Economia das Bahamas; Chris Illing, Chief Commercial Officer (CCO) da ActivTrades nas Bahamas e Cônsul Honorário da Alemanha nas Bahamas; Theominique Nottage, Consultora de Arbitragem do Ministério de Economia das Bahamas; Paul Winder, Global Head do Deltec Bank & Trust; e Camila Fernandes, Operations da Caystone Solutions.

ActivTrades: Com 20 anos de mercado, a empresa de origem suíça com sede em Londres, capital financeira global, opera em Florianópolis desde 2022. Contabiliza mais de 145 mil clientes em todo o planeta e tem unidades em Milão (Itália), Nassau (Bahamas), Sófia (Bulgária) e Luxemburgo.

Autorizada pelo Banco Central a operar no país, apresenta como principal bandeira a educação financeira e aposta no investidor de varejo, que pode negociar em mercados globais com segurança jurídica e diretamente do Brasil.

 

Informações para a legenda:

Foto 1: Michael Halkitis, Ministro de Economia das Bahamas.

Foto 2: Integrantes da delegação bahamense presentes em evento promovido pela ActivTrades.

Crédito das imagens: Henrique Goedert