A exposição “A Arte Como Conhecimento de Si”

A partir desta terça-feira (05/09) estará aberta à comunidade escolar a exposição “A  Arte Como Conhecimento de Si”, de Tercília dos Santos, no Espaço Estético do Colégio de Aplicação da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

A exposição é resultado do trabalho realizado pela artista com estudantes das turmas de quarto e nono ano das oficinas de Artes Visuais do Aplicação e vai até dia 21 de Setembro (a desmontagem será no dia 22).

De acordo com a curadora, Juliana Crispe, a exposição “é um manifesto dos afetos presentes na vida e obra da artista, que tem como aspiração que sua arte chegue às crianças, às escolas, que crie desvios dos espaços institucionalizados da Arte para que alcance muitas camadas e que tantas outras crianças possam, também, sonhar em serem artistas. “A Arte Como Conhecimento de Si” faz parte do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, da Fundação Catarinense de Cultura/FCC.

Tercília dos Santos

Tercília dos Santos é artista negra catarinense, tem 70 anos e há mais de trinta anos dedica-se à arte. Em 1990 frequentou os ateliês de pintura e desenho do Centro Integrado de Cultura (CIC), “onde tive aula com o Fernando Lindote, um artista que logo me incentivou a pintar do meu jeito, como eu via o mundo”.

Percebe a arte como um autoconhecimento, da sua infância passada junto com sua família no interior de Santa Catarina, em Piratuba, no oeste catarinense, onde nasceu.

Atualmente, mora no bairro Forquilhinha, no município de São José. Expõem regularmente em espaços nacionais e até internacionais.

Recebeu duas vezes premiações na Bienal de Arte Naif em Piracicaba, em 2005, e o Sesc/SC realizou uma exposição de suas obras em 2009, adquirindo todas as obras daquela exposição para seu acervo.

Além disso, tem obra em destaques no livro “Arte Naïf no Brasil”, editado pela Galeria Jacques Ardies de São Paulo, e é mencionada, também, no sistema das artes em âmbito internacional. Em 2013, no Museu Cruz e Souza, durante a gestão de Susana Bianchini,realizou exposição de suas obras e, no Masc, durante a gestão de Josué Mattos, também organizou uma exposição de suas obras em sala individual. Além desses espaços de exposição ligados aos museus, vem expondo regularmente na Galeria Jacques Ardies em São Paulo/SP, na Galeria André Cunha no Paraty/RJ e Eu Arte Galeria de São José/SC.

Serviço:

Exposição: 05 a 21 de setembro/2023

Desmontagem 22 de setembro/2023

19 de setembro – Palestra com convidados para estudantes do 9º ano

Local: Espaço Estético Colégio de Aplicação/UFSC