Verão Seguro: Mais de R$ 134 milhões em investimentos para temporada e reforço nas medidas contra Covid-19

A estação mais quente do ano chega de uma forma diferente nesta temporada. Santa Catarina continua encantadora, repleta de serras, campos, mar, cânions e diversas atrações turísticas. Mas para que catarinenses e visitantes continuem a desfrutar destas paisagens neste e nos próximos verões, o Governo do Estado está anunciando medidas e protocolos sanitários de proteção ao novo coronavírus. Além disso, serão investidos cerca de R$ 134,1 milhões em segurança, fornecimento de água e energia, meio ambiente, Defesa Civil, saúde, turismo e infraestrutura. A previsão é que mais de 9,1 mil profissionais do Estado atuem na temporada 2020/2021. 

“Nossa prioridade é a saúde dos catarinenses, dos turistas, trabalhadores e empreendedores do setor. Desde o início da pandemia, trabalhamos para termos melhorias de infraestrutura turística e elaboração de protocolos sanitários. Buscamos criar instrumentos de proteção e segurança. Contamos também com a colaboração da população para que sigam as instruções e procurem os locais que atendam aos protocolos de segurança. Com o apoio de todos, o turismo da nossa bela Santa Catarina continuará sendo referência e o melhor destino”, ressaltou o governador Carlos Moisés. 

Uma das ações para garantir a segurança sanitária dos visitantes foi definir novas regras de ocupação para a rede hoteleira na temporada 2020/2021, com o objetivo de reduzir a hospedagem clandestina em estabelecimentos sem fiscalização. Pela normativa, fica permitida a lotação de hotéis e pousadas em sua capacidade integral em 

Santa Catarina, mas com uso de máscara, álcool gel e evitar a aglomeração de pessoas. A regra, construída em parceria com representantes do setor turístico, passa a valer a partir do dia 21 de dezembro.

O Governo do Estado também estabeleceu regramentos para a ocupação de faixas de areias de praias, rios e lagoas em todo o território catarinense. Há ainda normatização para parques aquáticos, restaurantes, bares, eventos sociais e esportivos, com o objetivo de evitar a aglomeração de pessoas e reforçar o uso de regras de proteção individual.

Cuidado, atenção e planejamento                   

Desde o início da pandemia de Covid-19, o Governo do Estado, por meio da Santur, também tem atuado junto aos órgãos de Saúde para definir as medidas necessárias ao setor de turismo. Foram elaborados protocolos sanitários para os diferentes segmentos, sempre em conjunto com o trade turístico. 

Assim, foram lançados dois importantes instrumentos para o desenvolvimento do turismo em Santa Catarina: o programa Viaje+ Seguro SC – focado no turismo seguro para visitantes e residentes no estado – e o Almanach, ferramenta de gestão de dados turísticos e o Plano de Contingência do Turismo (PlanCon-Tur COVID-19), para orientar os empreendimentos em como prevenir, mitigar e conter situações epidemiológicas.

Guarda-vidas, policiamento e fiscalização  



Reforçar o policiamento em áreas do litoral e balneário, assim como garantir a segurança de banhistas em praias, rios e outras áreas de água doce está entre as prioridades da ação Verão Seguro. Neste ano, serão 8.448 profissionais atuando no eixo de segurança (PMSC, PCSC, Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa e IGP) mobilizados para garantir a atenção nestas regiões. Eles contarão com 1.304 veículos terrestres, aquáticos e aéreos. O investimento é de mais de R$ 44 milhões para garantir a operação.

Nesta temporada serão chamados ainda cerca de 1.500 guarda-vidas civis, que passaram pela certificação com o Corpo de Bombeiros Militar, para prestar um serviço voluntário nas praias do litoral catarinense. Estes guarda-vidas recebem um ressarcimento por dia trabalhado e serão distribuídos em 38 cidades.

Além disso, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina está atuando ainda mais com a prevenção, colando QR Codes em postos de guarda-vidas e também nas placas de balneabilidade do Instituto do Meio Ambiente, direcionando para uma playlist de vídeos preventivos e ao app Praia Segura CBMSC. Em todos os postos de guarda-vidas a corporação disponibiliza, gratuitamente, pulseiras de identificação para crianças, idosos e pessoas com vulnerabilidade. 

Para esta operação Verão Seguro, uma das novidades da Polícia Civil de Santa Catarina será a disponibilização da primeira “Sala Lilás” para atendimento especializado à mulher vítima de violência doméstica e sexual, crianças, adolescentes e idosos. O espaço será junto à 7ª Delegacia de Polícia, em Canasvieiras, no Norte da Ilha de SC, em Florianópolis.

Haverá também a ampliação da campanha de distribuição de pulseirinhas de identificação e conscientização quanto ao desaparecimento de crianças e ou pessoas com deficiência, em praias e locais públicos. Outras iniciativas são a assessoria aos consulados e o atendimento aos turistas nas unidades da DPTUR (Delegacia de Proteção ao Turista), ações com cão farejador em trabalhos policiais e atuação da CORE (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais.

Tecnologia aliada ao cidadão

O aplicativo PMSC Cidadão, da Polícia Militar de Santa Catarina, disponibiliza funções de atendimento ao cidadão catarinense em relação ao coronavírus. Além do botão de emergência, no qual se pode acionar a PMSC em qualquer momento, o aplicativo trará informações sobre as medidas do Governo do Estado.

Investimentos em abastecimento de água e energia

A Celesc e a Casan investiram em infraestrutura para ampliar as redes de abastecimento ao longo da temporada. O investimento somado das duas companhias em água, saneamento e energia é de cerca de R$ 34 milhões. Além disso, serão mobilizadas equipes de reforço para atenção ao Verão. Para fornecimento de água e energia também há contratação de equipes para suporte. 

Saúde e Defesa Civil

Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom