Inscrições abertas para o Programa Living Lab

A iniciativa utilizará o ambiente real da cidade para validar inovações tecnológicas e modelos de negócios e as inscrições vão até dia 26 de julho

A  Secretaria Executiva de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, abre inscrições para o programa Living Lab 5G na Capital até o dia 26 de julho.

Trata-se de um laboratório que utiliza o ambiente real da cidade para testar e validar inovações tecnológicas e modelos de negócios utilizando a tecnologia de quinta geração. Nesta edição, o programa terá a parceria da TIM, presente em 77% dos bairros da capital catarinense. Além de disponibilizar infraestrutura de conectividade móvel, a operadora cederá chips para testes e realizará o acompanhamento técnico das aplicações.

A chamada pública pode ser conferida neste link: https://redeinovacao.floripa.br/living-lab-2024/

Serão selecionadas até 10 soluções inovadoras a serem testadas e que atendam aos desafios da cidade, através da conectividade 5G, em segmentos como segurança, saneamento, mobilidade urbana, por exemplo. “Estamos na expectativa de conhecer ideias inovadoras para a cidade. Florianópolis tem muito a se destacar, tendo a prefeitura um papel importante ao viabilizar esta iniciativa junto de diversos parceiros, estimulando a validação de tecnologias que melhorem a qualidade de vida dos que moram na capital”, explica Topázio Neto, Prefeito de Florianópolis.

Aprovado pelo Conselho Municipal de Inovação de Florianópolis, terá duração de aproximadamente 4 meses para que as empresas testem e validem as suas soluções. A novidade é a possibilidade de celebração do Contrato Público para Solução Inovadora (CPSI), para impulsionar a inovação e melhorar a qualidade de vida na cidade.

O CPSI é um mecanismo que permite ao governo buscar e investir em soluções inovadoras para desafios públicos. Ao contrário das compras tradicionais, o foco está em ideias novas e criativas que possam transformar os serviços públicos, abrindo espaço para startups e empresas de tecnologia apresentarem projetos inéditos.

O projeto iniciará pela disponibilização da infraestrutura 5G em regiões da cidade que serão definidas pela Prefeitura em parceria com a TIM. Uma vez disponibilizada a infraestrutura, o projeto segue com a implementação das soluções inovadoras escolhidas sobre essa infraestrutura. Ao final, as soluções implantadas e testadas serão avaliadas e, se aprovadas, receberão um certificado de homologação valorizando e comprovando a efetividade de sua proposta.

A UFSC e a Prefeitura são as responsáveis pela definição de critérios de seleção das empresas especialistas no assunto, sendo a Universidade encarregada da metodologia, execução e definição da banca avaliadora (multidisciplinar) dos projetos que farão parte do Living Lab. Parceiros e profissionais que compõem o Grupo de Trabalho 5G da ACATE e do ecossistema de inovação da cidade também estão envolvidos no projeto.