Câncer de pele e tumores também podem atingir as pálpebras

Com o verão e as altas temperaturas se aproximando, os cuidados com a pele aumentam, afinal, a exposição aos raios solares, o contato com areia, mar, cloro, roupas úmidas e suor excessivo podem causar consequências graves na pele. Mas você já pensou em como proteger a pele das suas pálpebras?O tecido fino que envolve as pálpebras superiores e inferiores é extremamente vulnerável a danos causados pelos raios ultravioletas do sol. Por causa disso, as doenças que comprometem essa região como os cânceres de pele e tumores nas pálpebras e ao redor delas são comuns.Os principais sinais que surgem são a perda de cílios e inflamação contínua, feridas que não cicatrizam, nódulos ou inflamações que não melhoram e caroço que aumenta progressivamente de tamanho.Segundo a oftalmologista Déborah Ribas, do Hospital dos Olhos de Florianópolis (HOF), a prevenção de doenças que comprometem as pálpebras e os olhos são feitas principalmente através do uso de chapéu, de boné e dos óculos de sol. “Os óculos de sol criam uma barreira física na frente dos nossos olhos, protegendo não só as estruturas intra-oculares, mas também o que a gente chama de anexos, as nossas pálpebras, por exemplo. Além disso, o uso diário de cremes ou géis protetores solares, com FPS 30 ou mais ou produtos de maquiagem com protetor solar também são de extrema importância”, explica a médica.Seguir essas medidas de cuidados com a pele e com a saúde ocular no dia a dia pode ajudar a prevenir problemas oculares e manter uma visão saudável. Em caso de feridas e nódulos, mesmo que pequenos, consulte um médico oftalmologista para diagnóstico precoce.

Foto divulgação